top of page

CAMPANHA DE VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA PARA SOROCABA

Vereador Fernando Dini indica o retorno da

Campanha Antirrábica em Sorocaba


Campanha não é realizada no município desde 2018



Diante da procura de alguns munícipes, tutores de animais domésticos, buscando informações sobre campanha de vacinação antirrábica em Sorocaba, o vereador Fernando Dini(MDB) indica à administração pública que a mesma volte a ser realizada no município.


“A raiva canina e felina é considerada gravíssima e fatal. A vacina canina e felina é o principal instrumento de prevenção. Por isso a prefeitura sempre deve incentivar aqueles que têm um animal em casa para proteger seus pets e quem os cerca”, afirmou o vereador.


A última Campanha de Vacinação Antirrábica em Sorocaba foi realizada em 2018, segundo a própria prefeitura. A interrupção das campanhas de vacinação se deu em 2019 por falta de doses.


Já em 2020 e 2021 a prefeitura não realizou a ação na cidade seguindo a recomendação do governo estadual, que determinou a não realização de campanhas de vacinação antirrábica durante o período de vigência da situação sanitária provocada pelo coronavírus, para evitar aglomerações.


No ano passado, a prefeitura de Sorocaba ficou mais uma vez sem campanha, justificando a não realização da mesma por seguir uma determinação do Governo do Estado de São Paulo, que apontou a falta de necessidade pela ausência de casos de raiva em humanos pela variante 2, desde 1998.


Em 2023 e sem Campanha de Vacinação, Sorocaba registrou o primeiro caso de raiva animal. Trata-se de um morcego encontrado na Zona Leste da cidade no mês de maio.


A raiva é uma doença infecciosa viral aguda grave, que acomete mamíferos. Quando pessoas são acometidas, o caso é chamado de raiva humana. A doença é considerada gravíssima, com taxa de letalidade de aproximadamente 100%.

A doença é transmitida ao homem pela saliva de animais infectados, incluindo cães e gatos, por meio da mordida, arranhão ou lambida. Os sintomas aparecem após 45 dias do contato. De acordo com o Ministério da Saúde, em crianças, o período de incubação pode ser mais curto.




--------------------------------------

Cordialmente,


Assessoria do vereador Fernando Dini

Fone/whats (11) 9-9369-1777

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page